Categorias

    • Ao comprar este item você receberá 99 pontos!

Mais Imagens

Memorias inquietas e persistentes de Leonardo Boff - traços autobiograficos

editora Ideias e Letras
Categoria Biografia
Autor LEONARDO BOFF / LUIZI ZOJA
ISBN Não
ISBN-13 9788555800122
Edição 1
Ano de Lançamento 2016
Número de Páginas 144

Seja o primeiro a avaliar este produto

Disponível: Em estoque

R$24,90
OU
Estimativa de envio

Informe seu CEP (somente números) para calcular o frete.

Detalhes

Uma autobiografia de Leonardo Boff em forma de diálogo. Numa conversa com Luigi Zola Leonardo retrata toda sua trajetória, seja sobre a vida pessoal e especialmente sobre seus pensamentos, questionamentos e ideias. No livro o leitor acompanha a aventura humana e espiritual de um dos pais fundadores da teologia da libertação. A infância no Brasil, no seio de uma família de migrantes italianos. O genocídio dos indígenas visto pessoalmente. A violência das ditaduras militares latino-americanas e a visão da Igreja. Nesta conversa com o psicanalista Luigi Zoja, Leonardo Boff esboça o quadro de um período feroz, revela cenários inéditos por trás da censura vaticana e relembra sua condenação ao silêncio obsequioso. Fala do papa Francisco revelando toda sua admiração por ele, da Carta da Terra, da preocupação com a ecologia e o meio ambiente, do cuidado que o homem deve ter com o planeta Terra, e dos tesouros escondidos nas culturas dos marginalizados. A obra é uma extraordinária viagem através das luzes e sombras do século XX até os dias de hoje!                    

Sobre o autor

LEONARDO BOFF


Leonardo Boff, pseudônimo de Genézio Darci Boff -Concórdia, 14 de dezembro de 1938-, é um teólogo, escritor e professor universitário brasileiro, expoente da Teologia da Libertação no Brasil e conhecido internacionalmente por sua defesa dos direitos dos pobres e excluídos. Foi membro da Ordem dos Frades Menores -franciscanos- e atualmente é professor emérito de Ética, Filosofia da Religião e Ecologia na Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Seu trabalho atual está relacionado principalmente às questões ambientais. Leonardo Boff ingressou na Ordem dos Frades Menores em 1959 e foi ordenado sacerdote em 1964. Em 1970, doutorou-se em Filosofia e Teologia na Universidade de Munique, Alemanha. Ao retornar ao Brasil, ajudou a consolidar a Teologia da Libertação no país. Lecionou Teologia Sistemática e Ecumênica no Instituto Teológico Franciscano em Petrópolis -RJ- durante 22 anos. Foi editor das revistas Concilium -1970-1995- -Revista Internacional de Teologia-, Revista de Cultura Vozes -1984-1992- e Revista Eclesiástica Brasileira -1970-1984-.


 


LUIZI ZOJA

Back to Top