TEL (71) 3351-8041 WHATSAPP (71) 99170-0494

    • Ao comprar este item você receberá 227 pontos!

Depressao - um estudo de como a medicina ocidental e a medicina tradicional chinesa se complementam

Mais Imagens

Depressao - um estudo de como a medicina ocidental e a medicina tradicional chinesa se complementam

Preço: R$59,90

Preço Promocional R$56,91

Disponível: Sem estoque


Descrição

Detalhes

Os problemas de personalidade que os nossos pacientes nos trazem nos nossos consultórios, têm uma estrutura bastante complexa, com uma grande mistura de comportamentos, cognições e processos intra e extra psíquicos. Mais ainda, todos estes processos no mesmo paciente, estão associados à vivências que retro-alimentam e desenvolvem a queixa principal, em configurações extremamente dinâmicas e mutáveis. O diagnóstico, e isto é uma queixa histórica até hoje, por si só tem um caráter apenas orientativo e não determinativo para propósitos terapêuticos. Os transtornos de personalidade, e especificamente para o transtorno depressivo da personalidade, são intrinsecamente multideterminados e sistêmicos. A arte do terapeuta diante do seu paciente é elaborar um constructo tal que seja tão complexo, potencialmente, como a própria personalidade. Esta criatividade terapêutica, deverá , sem dúvida, vir alicerçada nas novas descobertas, tanto a nível farmacológico e psicoterapêutico, como da sensibilidade e entrega do terapeuta.
Por outra parte, o livro quer mostrar que todo o fundamento filosófico e prático da Medicina Tradicional Chinesa gira em torno da manifestação e equilíbrio do processo energético: O Yin e o Yang. As sincronicidades energéticas do Zang e o Fu, para reestabelecer a saúde do paciente. Assim como a percepção de que os processos mais fisiologistas da medicina ocidental, não podem fugir nem escapar, muito menos desconsiderar, este princípio universal.

Nem tudo pode ou deve ser curado. É freqüente que obscuros problemas morais ou inexplicáveis complicações do destino, se ocultem por trás de uma neurose. Às vezes eles -os processos tidos como doença- põem o agente de cura diante de enigmas quase insolúveis , ou lhe provocam tormentos que podem atingir ou ultrapassar o limite do suportável... Por vezes as ciências da saúde tem deixado reconhecer durante muito tempo que a alma pertence aos fatores etiológicos da patologia. A ignorância certamente nunca foi uma recomendação, mas muitas vezes o maior saber é suficiente.
C.G. Jung. Obras completas. Vol.XVI. págs 242-243. par. 463

Realmente, e às vezes infelizmente, as abordagens terapêuticas, vão depender da postura doutrinal, ainda hoje muito variada, nos campos nosológicos e etiopatogênicos da depressão. Nenhuma -das abordagens terapêuticas- é satisfatória, nem existem marcadores claros de diagnóstico nem etiopatogênicos. A serotonina já tem dado muito de si, e sem dúvida, com ela não temos chegado ao final. Nem com as aportações da perda do objeto,... Em relação aos métodos complementares de estudo e diagnóstico, estes, poderão nos servir na busca de novos achados. No terreno da psicopatologia tem acontecido um claro uso-abuso de escalas e questionários, no lugar de uma autêntica aplicação semiotécnica dos fenômenos psicopatológicos.
Afonso Chinchilla Moreno. Tratamiento de las depresiones
-Tradução do autor-

Sumário

Summary

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

1 HISTÓRIA DA DEPRESSÃO

1.1 A Depressão na Antiguidade

1.2 A Idade Média

1.3 O Renascimento: Séculos XV e XVI -1300-1650-

1.4 O Iluminismo dos Séculos XVII e XVIII

1.5 Século XIX

1.6 Entramos já no início do Século XX

2 A DEPRESSÃO NA MEDICINA OCIDENTAL

2.1 Introdução

2.2 Neuroanatomia e Bioquímica da Depressão

2.3 Etiopatogenia dos Transtornos Afetivos

2.3.1 Fatores Genéticos

2.3.2 Fatores Biológicos

2.3.2.1 Sistema Noradrenérgico-Noradrenalina -NA- ou Noreprinefina -NE-

2.3.2.2 Sistema serotoninérgico - Serotonina -5-HT-

2.3.2.3 Sistema dopaminérgico. Dopamina

2.3.2.4 Sistemas neuroreceptores

2.3.2.5 Outros sistemas possivelmente implicados

2.3.3 A Neuroendocrinologia na depressão

2.3.4 Processos psicossociais nos transtornos do humor

2.4 Tratamentos dos Transtornos Depressivos

2.4.1 Tratamentos Farmacológicos

2.4.1.1 Antidepressivos tricíclicos -ADT-

2.4.1.2 Antidepressivos heterocíclicos

2.4.1.3 Inibidores da monoaminoxidase -IMAOs-

2.4.1.4 Inibidores Seletivos de Recaptação de Serotonina -5-HT-

2.4.1.5 Outros novos antidepressivos

a- Inibidores mistos da recaptação de dopamina e noradrenalina

2.4.1.6 Terapia pelo Lítio

2.4.1.7 Tratamento Eletroconvulsivo -ECT-

2.4.1.8 A Fototerapia

2.4.1.9 Efeitos Colaterais

2.4.2 Tratamentos Psicoterápicos

2.4.2.1 Psicoterapias de Orientação Analítica

2.4.2.2 Terapia Cognitiva - Comportamental

2.4.2.3 Psicoterapia Sinérgica

a- Planificação dos constructos sinérgicos

2.5 Conclusões

3 A DEPRESSÃO NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA

3.1 Introdução

Relação dos órgãosYin e as funções do Shen

3.2 Natureza e Funções da Mente -Shen-

3.3 Fundamentos neurofisiológicos da depressão na MTC

3.4 Neurofisiologia da Acupuntura na Depressão

3.4.1 Serotonina

3.4.2 Noradrenalina

3.4.3 Dopamina

a- Os GABA

b- Substância P

3.5 Emoções, Mente e Espírito

3.6 Etiologia da Depressão na MTC

3.7 Diagnóstico da Depressão na MTC

3.7.1 A Tez

3.7.2 Os Olhos

3.7.3 O Pulso

3.7.4 A Língua

3.8 Tratamentos

3.8.1 A depressão e os cinco elementos

3.8.1.1 A depressão e o elemento água -Zhi-

3.8.1.2 A Depressão e o Elemento Madeira -Houn-

3.8.1.3 A Depressão e o Elemento Fogo -Shen-

3.8.1.4 A Depressão Terra -Yi-

A Depressão Terra-Yang Ming

3.8.1.5 A Depressão e o Elemento Metal -P o-

3.8.2 Combinações

3.8.2.1 Depressão Combinada Madeira-Fogo

3.8.2.2 Depressão Combinada Metal-Água

3.9 Correspondência dos 5 Elementos na MTC com os Órgãos e Vísceras

3.10 Efeitos e Tratamentos da Depressão nos Meridianos na MTC

3.10.1 Efeitos no Qi

a- Estagnação do Qi do Fígado

b- Estagnação do Qi no Coração e Pulmão

3.10.2 Efeitos no Sangue

a- Sangue Deficiente

Deficiência do Sangue no Coração

Deficiência do Sangue no Fígado

b- Estase de sangue

Estase de Sangue no Coração

Estase de Sangue no Fígado

Estase de Sangue no Triplo Aquecedor inferior

c- Calor -Fogo- no Sangue

Fogo no Sangue do Coração

Fogo do Fígado

3.10.3 Mucosidade

a- Mucosidade-Calor: Esgotando a Mente

b- Mucosidade-Calor no Estômago e no Coração

c- Mucosidade Calor-Vazio

d- Mucosidade Vento Interior

3.11 Deficiências

Afecção da Mente Obstruída

Afecção da Mente Enfraquecida

Afecção da Mente Perturbada

3.11.1 Deficiências de Qi

Deficiência do Qi do Baço - Pâncreas de Sangue do Coração

3.11.2 Deficiências de Yin

Deficiência de yin do rim

Deficiência do yin do rim e do pulmão

Deficiência do yin do rim e do fígado

Deficiência da essência do rim

Deficiência do yin do rim e do coração com calor-vazio no coração

Deficiência do yin do coração

Deficiência do yin do fígado

Deficiência do yin do fígado com calor-vazio

Deficiência do yang do rim

Pontos do ramo externo da bexiga

Outros pontos de deficiência

Deficiência do intestino delgado

Deficiência do vaso concepção

Deficiência do vaso governador

4 TRATAMENTO FITOTERÁPICO: FLORAIS DE BACH

4.1 O Tratamento

4.1.1 Natureza da Essência do Mustard

4.1.2 Combinações Frequentes com outros Florais

CONCLUSÃO

REFERÊNCIAS

Sobre o Autor

Sobre o Autor

José Maria Lima Torrado

Nascido na Espanha, chega ao Brasil em Dezembro de 1969, onde vive atualmente. É graduado em Filosofia e Psicologia. Psicoterapeuta .Tem especialização em Medicina Tradicional Chinesa: Acupuntura. Especialista em Neuropsicologia. Curso básico em Medicina Psicossomática Hipnólogo e Terapeuta Floral. Escritor e palestrante. 

Informação Adicional

Informação Adicional

editora Jurua
Categoria S.Depressão
Autor JOSE MARIA LIMA TORRADO
ISBN Não
ISBN-13 9788536223629
Edição 2
Ano de Lançamento 2009
Número de Páginas 226
Indisponível no fornecedor Não
Calcule o Frete

Calcule prazo de entrega e frete:

 

 

Lançamentos

Mais vendidos