WHATSAPP (71) 99170-0494 - Seg a Sex das 8h às 17h

Formas, impasses e passagens

Formas, impasses e passagens

Preço: R$44,70

Preço Promocional R$42,47

Disponível: Em estoque

Descrição

Detalhes

Editorial

Espaço da Letra

O Desejo na Clínica Psicanalítica The desire in the psychoanalytic clinic, Andrea Rossi

Um Passeio Pela Vizinhança (ou, Meu Pequeno Quartier) A Stroll Through the Neighborhood (or, My Little Quartier), Luciana K. P. Salum

Formas de Impasses nas Passagens Ways of Impasses in Passages, Mauro Mendes Dias

Do Divã à Poltrona: o Passe de Guéridon: um Divertimento From the Couch to The Armchair: the Pass of Guéridon: Some Fun, Radmila Zygouris

Espaço Amarelinhas

Clínica Psicanalítica com Crianças: Reflexões sobre sua Especificidade Técnica e Ética Psychotherapy Clinic with Children: Reflections on Uniqueness Technical and Ethics, Susiane Canuto da Rocha / Rosa Maria Marini Mariotto

Espaço de Interlocução

O Homem dos Gatos: um Caso Clínico Literário The Cats man: a literary case, Venicius Scott Schneider

Espaço Acadêmico

O Amor e suas Roupagens Love and its apparel, Vanessa Galvão Amaral / Jorge Sesarino

Da Transferência Negativa à Destrutividade: Cartografias da Clínica Psicanalítica From negative transference to destructiveness: cartographies of psychoanalytic treatment, Priscila Frehse Pereira Robert

Espaço de Indicação

Psicanálise e Furor Curandis em Saúde Mental Sobre o livro "Por uma nova psicopatologia da infância e da adolescência" Psychoanalysis and curandis furor in mental health: on the book "For a new psychopathology of childhood and adolescence"

Sumário

Summary

Neste volume da Associação Psicanalítica de Curitiba, em Revista, número 31, prosseguimos com o tema da formação, sempre em foco, inúmeras vezes lançado ao tear. Desde a fundação da APC – em fevereiro de 1997 – até o momento atual em que atingimos a maioridade, este é um tema que não se esgota. Tão permanente quanto a formação psicanalítica.

É necessário que as instituições proponham horizontes possíveis, pensáveis a partir de princípios que não se constituam em um fim em si mesmos, existindo flexibilidade na sua administração e possibilidade de modificação no funcionamento. Pensamos que uma instituição deve ser aberta às mudanças, não ter a pretensão de “pronta”, para que possa fundar o que Moustapha Safouan denomina de “um laço social novo”; “para cada um, a análise prossegue: passa-se da própria história à da Psicanálise, de um modo que ela se perpetua, engendrando uma nova geração de Psicanalistas”.

Christian Hoffmann – em conferência realizada em agosto deste ano na APC – apontou para a importância de os Psicanalistas reconhecerem a subjetividade de seu tempo e, a partir disto, renovarem sua clínica. A Psicanálise nasceu deste compromisso. Destacou ainda, que “as palavras sabem mais de nós do que nós delas”.

Pensamos que o trajeto de uma formação passa pelo reconhecimento deste saber das palavras até a apropriação das mesmas, considerando o impossível de tudo saber ou dizer. Não é somente na clínica que é preciso pensar a subjetividade de nosso tempo, mas também na formação, tendo em vista que, para além do rigor técnico e teórico, é ela que conduz o trajeto de cada Psicanalista. Nesta revista, os autores propõem esta reflexão a partir da forma como foram lidando com os impasses de suas formações. 

Detalhes do Produto

Detalhes do Produto

editora Jurua
Autor CAMILA ZOSCHKE FREIRE
ISBN-13 9771519845604
Edição
Ano da edição 2015
Número de Páginas 146
Calcule o Frete

Calcule prazo de entrega e frete: