WHATSAPP (71) 99170-0494 - Seg a Sex das 8h às 17h

O adolescente e o psicanalista

O adolescente e o psicanalista
R$48,00

Disponível: Sem estoque


Descrição

Detalhes

Introdução, 11

CAPÍTULO

O CORPO DO ADOLESCENTE, 15

A mudança de estatuto e de valor do corpo na adolescência, 18

1. O adolescente e a sexualidade, 21

Os avatares da pulsão, 21

A hesitação sexual, 22

Genitalidade e imagem do corpo, 23

A sexualidade da moça: o olhar, 25

A sexualidade do rapaz: a voz, 26

Paquerar, namorar, amar, 28

Experiências homossexuais com laço conjugal, 29

2. Histórias de adolescentes, 31

A gagueira de um artista, 31

Hélène, ou a bulimia, 36

Rachid: a incerteza sexual de um beur, 39

3. Adolescência, só-depois do estádio do espelho, 43

A identificação na adolescência, 43

A criança e o estádio do espelho, 44

As consequencias do estádio do espelho, 46

A apropriação, pelo adolescente, da voz e do olhar da mãe, 49

O olhar e a voz na adolescência, 49

CAPÍTULO II

DA DELINQUENCIA, 53

1. O adolescente e o laço social, 55

O adolescente entre duas leis, 56

Da mesada, 58

Fugas e viagens. O objeto do roubo, 60

O bando delinquente, 62

2. História de adolescente, 65

Eugène e a psicopatia, 65

3. Os discursos sociais, 77

Os discursos cotidianos, 77

Os outros discursos, 78

O ideal da liberdade, 79

Crítica dos ideiais de verdade, 81

Como atender o delinquente, 83

CAPÍTULO III

O ADOLESCENTE E A DROGA, 85

1. A experiência toxicomaníaca, 91

O brincar e o objeto, 91

O efeito de droga, 92

Brincar de médico, 93

O espaço e o tempo no uso da droga, 94

O grupo e a solidão, 97

2. Histórias de adolescentes, 99

Angelo e a viagem ruim, 100

Alice ou os jogos proibidos, 104

3. O objeto droga e o adolescente, 109

O toxicômano e o alcoolista, 109

O modo de absorção, 111

O toxicômano, o alcoolista e o laço social, 113

O objeto droga e a demanda, 114

A relação com o toxicômano, 117

O toxicômano é analisável?, 119

CAPÍTULO IV

MOMENTOS DE LOUCURA, 123

1. Loucura e adolescência, 125

Adolescência, experiência louca, 125

O adolescente e as contradições, 127

Modificações da realidade durante a adolescência, 128

A obsessão pelo corpo, 130

A paixão genealógica, 132

O suicídio no adolescente, 134

A questão do diagnóstico de psicose, 136

2. Histórias de adolescentes, 139

René ou a desorientação, 139

Frank, uma inquietante estranheza, 145

Germaine, a procura do pai, 148

Adolescência, momento de escolha entre psicose e neurose, 150

3. Adolescência e diagnóstico de psicose, 153

Da hebefrenia ou da esquizofrenia na adolescência, 153

Surtos delirantes e loucuras histéricas, 154

Os estados-limites, 155

CAPÍTULO V

A PSICANALISE DO ADOLESCENTE, 157

1. Posição e papel do psicanalista na cura do adolescente, 161

O analista considerado como um adulto, 162

O analista considerado como um cúmplice, 163

O analista considerado como um mestre, 165

O desejo do analista e o adolescente, 166

A questão da origem, 168

O que pode mudar para o adolescente que se engaja numa cura analítica, 169

Como ser reconhecido como um sejeito?, 171

2. Historias de adolescentes, 173

Bernadete: da crise à crítica, 173

Véronique: mudar continuando a mesma, 181

3. A direção da cura do adolescente, 189

Subjetividade e saber na cura do adolescente, 189

A regra fundamental, 191

O divã, o dinheiro e o ritmo das sessões, 193

Os diefrentes momentos de uma cura de adolescente, 197

o fim da análise, 198

CONCLUSÃO

HIPÓTESES PSICANALÍTICAS SOBRE A ADOLESCÊNCIA, 201

O real da adolescência, 202

O Imaginário da adolescência, 204

O Simbólico da adolescência, 205

A temporalidade da adolescência, 208

AGRADECIMENTOS, 213

Sumário

Summary

Embora inúmeros pacientes de Freud fossem, se não adolescentes, pelo menos adultos muito jovens, os trabalhos sobre a adolescência permaneceram por muito tempo marginais, em prol particularmente das pesquisas sobre a primeira infância. Somente nos últimos anos, principalmente na França, é que livros e revistas dedicam-se à adolescÊncia.
Retomando uma expressão de Françoise Dolto, a adolescência é este primeiro tempo de "recapitulação" que será o modelo de todos os questionamentos importantes da fase adulta. Mas a cura psicanalítica do adolescente e, mais geralmente, a relação com a adolescênciaesbarram em grandes dificuldades, particularmente porque este interroga o psicanalista mais sobre o que ele é do que sobre o que faz.
Jean-Jacques Rassial indica as vias de uma resposta possível do psicanalista, ou de qualquer um que quanto a ela intervenha, às verdadeiras questões da adolescência sobre sua identidade, seu corpo, seu lugar, traduzam-se elas em seu discurso ou em uma patologia (perturbação escolar, toxicomania, delinqüencia, comportamento suicida etc.).

Sobre o Autor

Sobre o Autor

Jean-Jacques Rassial

Psicanalista, membro da Espace Analytique, já publicou no Brasil pela Editora Companhia de Freud "O sujeito em estado limite".

Detalhes do Produto

Detalhes do Produto

editora Cia de Freud
Autor JEAN-JACQUES RASSIAL
ISBN-13 9788585717230
Edição 1
Ano da edição 1999
Número de Páginas 216
Calcule o Frete

Calcule prazo de entrega e frete: