WHATSAPP (71) 99170-0494 - Seg a Sex das 8h às 17h

UM NARRADOR INCERTO - ENTRE O ESTRANHO E O FAMILIAR

Mais Imagens

UM NARRADOR INCERTO - ENTRE O ESTRANHO E O FAMILIAR

Preço: R$40,00

Preço Promocional R$34,80

Disponível: Em estoque

Descrição

Detalhes

Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE MicrosoftInternetExplorer4 /* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:"Tabela normal"; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-priority:99; mso-style-qformat:yes; mso-style-parent:""; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin-top:0cm; mso-para-margin-right:0cm; mso-para-margin-bottom:10.0pt; mso-para-margin-left:0cm; line-height:115%; mso-pagination:widow-orphan; font-size:11.0pt; font-family:"Calibri","sans-serif"; mso-ascii-font-family:Calibri; mso-ascii-theme-font:minor-latin; mso-fareast-font-family:"Times New Roman"; mso-fareast-theme-font:minor-fareast; mso-hansi-font-family:Calibri; mso-hansi-theme-font:minor-latin; mso-bidi-font-family:"Times New Roman"; mso-bidi-theme-font:minor-bidi;} Dom Casmurro é uma das narrativas que jogam o leitor diretamente nesse contexto. Assim como o texto de Hoffmann permitiu que em Freud algo surgisse como elaboração em torno das narrativas fantásticas, acreditamos encontrar, no texto machadiano, questões que concernem ao sujeito, onde podemos encontrar algo que remete a essa borda do real, do estranhamento, da angústia, em outro estilo: não da ordem do fantástico, mas do que se aproxima dos aspectos mais banais e prosaicos da vida comum (o que também se aproxima, na clinica, da vida cotidiana, dos sujeitos que trazem as questões que insistem, que determinam circuitos os mais diversos, repetitivos, e não propriamente feitos extraordinários).
Sumário

Summary

Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE MicrosoftInternetExplorer4 /* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:"Tabela normal"; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-priority:99; mso-style-qformat:yes; mso-style-parent:""; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin-top:0cm; mso-para-margin-right:0cm; mso-para-margin-bottom:10.0pt; mso-para-margin-left:0cm; line-height:115%; mso-pagination:widow-orphan; font-size:11.0pt; font-family:"Calibri","sans-serif"; mso-ascii-font-family:Calibri; mso-ascii-theme-font:minor-latin; mso-fareast-font-family:"Times New Roman"; mso-fareast-theme-font:minor-fareast; mso-hansi-font-family:Calibri; mso-hansi-theme-font:minor-latin; mso-bidi-font-family:"Times New Roman"; mso-bidi-theme-font:minor-bidi;} Dom Casmurro é uma das narrativas que jogam o leitor diretamente nesse contexto. Assim como o texto de Hoffmann permitiu que em Freud algo surgisse como elaboração em torno das narrativas fantásticas, acreditamos encontrar, no texto machadiano, questões que concernem ao sujeito, onde podemos encontrar algo que remete a essa borda do real, do estranhamento, da angústia, em outro estilo: não da ordem do fantástico, mas do que se aproxima dos aspectos mais banais e prosaicos da vida comum (o que também se aproxima, na clinica, da vida cotidiana, dos sujeitos que trazem as questões que insistem, que determinam circuitos os mais diversos, repetitivos, e não propriamente feitos extraordinários).
Detalhes do Produto

Detalhes do Produto

editora Cia de Freud
Autor LUCIA SERRANO PEREIRA
Número de Páginas 105
Calcule o Frete

Calcule prazo de entrega e frete: